correr, correr… CORRER!

23 jun

Em 14 anos, o jogadores dobraram o espaço percorrido dentro de campo. Espaço que não alterou muito de 1970 até 1990. Como podemos ver na reportagem da revista Placar,

“O futebol exige que os jogadores sejam, ao mesmo tempo, rápidos e resistentes. Em uma partida de 90 minutos, hoje, corre-se mais que há 30 anos. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, um jogador corre, em média, de 7 a 11 quilômetros durante os 90 minutos, dependendo da posição em que joga. Até os anos 1980 essa média era de 4 a 7 quilômetros. Na Europa, onde as temperaturas são mais amenas na maior parte do ano, a média atual é de 10 a 14 quilômetros.”

Nos anos 1970 essa velocidade e distância percorrida era bem menor, consta que:

“Pelé, Jairzinho, Tostão e companhia tinham que correr pelo menos 3,5 quilômetros para serem bem classificados nos treinos.”

(http://placar.abril.com.br/materia/haja-folego-descubra-quanto-os-jogadores-correm-durante-uma-partida)

Já nos anos 1990, Cafú era o rei do fôlego, todavia hoje ele não estaria nem perto das médias…

Em 2005, pouco antes da trágica campanha de 2006, os preparadores físicos da seleção elogiavam seu preparo.

“No protocolo espirômetro, teste feito sobre uma esteira, acoplado a um respirador para medir o limiar anaeróbio, Moraci conta que Cafu, de 1m70 e 74 quilos, mantém um ritmo muito alto. “Ele chega a 16, até 17 quilômetros por hora, um número muito acima da média dos jogadores de futebol, que é de 14 quilômetros por hora neste teste. O Cafu consegue se manter por 8,2 quilômetros correndo sem entrar em déficit de oxigênio.”

(http://www.universidadedofutebol.com.br/Noticia/1252/Cafu-ainda-e-fenomeno-no-aspecto-fisico)

de 2010 para 2014, as diferenças já mostram discrepâncias sintomáticas. Por exemplo, Robben, atingia médias de 30km/h de velocidade máxima por jogo. Nessa copa ela já consegue atingir a incríveis 37km/h

O físico de Cafu era de 1,70m para 74kg. Iniesta tem 1,75m e pesa apenas 63kg. O físico está sendo levado a exaustão. Ninguém está preocupado mais na parte técnica. Ela não vence jogos. O importante é desenvolver física e taticamente os jogadores.

O que gerou essas alterações?!

Para mim, temos dois booms táticos que alteraram a forma das esquadras e a velocidade dentro de campo. A primeira é iniciada com o 4-3-3 da seleção brasileira de 1970 e aperfeiçoada pela seleção holandesa e sua redução de campo. E recentemente a seleção espanhola.

Antes que alguém saia em defesa da seleção holandesa e o super carrossel, reveja que de bonito só as travas nas chuteiras disponibilizadas nas canelas dos jogadores brasileiros. Perdemos de 2 a 0? Apanhando daquele jeito, deveria ter perdido de mais.

Ta aqui o video: http://www.youtube.com/watch?v=PqSInM7VlkQ

E sobre a Espanha, vale essa lembrança:

“A partida entre Espanha e Holanda, disputada no último dia 11 de julho e que terminou com vitória por 1 a 0 para os espanhóis, bateu o recorde de cartões em finais de Copa do Mundo. Até a decisão do Mundial, o maior número de aplicações de cartões havia ocorrido em 1986, quando seis amarelos foram mostrados na final de 1986, vencida por 3 a 2 pela Argentina contra a Alemanha.

A decisão entre Espanha e Holanda também foi o jogo com maior número de cartões entre os 64 confrontos do Mundial de 2010. O duelo entre Chile e Suíça, com nove amarelos e um vermelho, foi o que teve o maior número de punições aos jogadores na fase de grupos da competição.”

Fica, tristemente, claro, que para ser campeão, ou mudar um pouco a história do futebol de forma tática, o caminho não foi pela dinamismo do esporte em busca do gol. A intenção de 1974 e de 2010 foi reduzir os espaços e parar as outras seleções com o anti-jogo.

 

 

Abraços,

O velho e rabugento Capitão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: