Ansiedade

25 fev

Deverias ser mais calmo, deverias… eu olhava aquele marzão de deus, os homens entulhando pedras e mais pedras, fazendo aterros e espigões. Eles não entendiam que o mar tão calmo poderia ser tão rude. 

Mais adiante, ao norte da cidade de terras coloridas ouviu-se estrondos contra as casas dos pobres marginais. Enquanto na cidade o aterro trouxe prosperidade e valorização, perto dali a raiva, a estupidez da natureza destruiu tudo que já havia sido construído.

A verdade que estávamos ansiosos para sentar 1km adentro alto mar, vias do espigão rei e se deparar com a beleza da paisagem urbana. Não existe preço para o que fizeram, são apenas sensações. Todavia, eu continuo esperando, esperando, esperando… 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: